Europeias 2024: Melgaço, Paredes de Coura e Viana escolheram lista de Marta Temido

Avatar photo


Publicidade

fotos candidatos: Pedro Pina (RTP)

Parada do Monte e Cubalhão, Cousso e Gave, claramente à direita, deram voto a Sebastião Bugalho

No mapa resultante das eleições para o Parlamento Europeu, decorridas ontem (9 de Junho), o distrito de Viana do Castelo pintou-se de ‘laranja’ em sete dos dez concelhos alto-minhotos, dando 36,8% dos votos à Aliança Democrática (AD) e 30,9% ao Partido Socialista.

Os restantes três concelhos do Alto Minho alinharam-se com a predominância rosa do Centro e Sul do país (à exceção de Leiria, onde a AD também ganhou por margem expressiva), fazendo parte do grupo que terminou a noite eleitoral com mais eurodeputados no parlamento europeu.

Melgaço, Paredes de Coura e Viana do Castelo foram as ilhas rosa no distrito, com o concelho mais a Norte de Portugal a contribuir para a vitória da ex-Ministra da Saúde, Marta Temido, que encabeçou a lista socialista para o parlamento europeu.

Assim, do universo de eleitores, cerca de 38,5% (que significa 1107 votos) escolheram a lista de Marta Temido; e 35,1% (1010 votos) confiaram a representação portuguesa na UE ao candidato da AD, Sebastião Bugalho.  

Sebastião Bugalho (AD) e Tânger Corrêa (Chega) | Pedro Pina/RTP

E ainda sobrou para os mais pequenos, mas já muito abaixo dos dois ‘favoritos’ da corrida: O Chega também foi a terceira força mais votada, com 246 votos e a Iniciativa Liberal seguiu (mais ou menos) no encalço, com 173.

Abaixo, mas bem longe, ficaram Bloco de Esquerda (70), ADN (52) e Livre (50), acima da meia centena de votos e os restantes (ver lista abaixo), já com números residuais, abaixo dos 50 votos.

A União de Freguesias de Parada do Monte e Cubalhão e as freguesias de Gave e Cousso continuam irredutíveis na bolsa de ar social-democrata que tem segurado a bandeira laranja no concelho. Parada do Monte e Cubalhão fazem-no de forma clara ao dar expressiva vantagem (no seu universo de eleitores) à lista da coligação, com 108 votos, face aos magros 38 votos que o PS arrecadou. O voto foi à direita, mas não toda. O Chega colheu daquela União de Freguesias uns muito residuais 5 votos, abaixo da Iniciativa Liberal e do ADN.

A abstenção continua a ser a grande vencedora. Mais de 70% dos eleitores melgacenses não participaram do sufrágio que tem inscritos, à altura deste acto eleitoral,  9623 eleitores.

Deputados eleitos (por partido):

Partido Socialista (PS) elegeu 8 deputados:

Pedro Pina/RTP

Marta Temido
Francisco Assis
Ana Catarina Mendes
Bruno Gonçalves
André Rodrigues
Carla Tavares
Isilda Gomes
Sérgio Gonçalves

Aliança Democrática (AD) elegeu 7 deputados:

Pedro Pina/RTP

Sebastião Bugalho
Paulo Cunha
Ana Soares
Hélder Sousa e Silva
Ana Oliveira Pereira
Sérgio Pereira da Silva
Paulo Cabral

Chega elegeu 2 deputados:

Pedro Pina/RTP

António Tanger Corrêa
Tiago Moreira de Sá

Iniciativa Liberal (IL) elegeu 2 deputados:

Pedro Pina/RTP

João Cotrim de Figueiredo
Ana Vasconcelos Martins

Bloco de Esquerda elegeu 1 deputada:

Pedro Pina/RTP

Catarina Martins

CDU elegeu 1 deputado:

Pedro Pina/RTP

João Oliveira

Resultados Melgaço

via Expresso (grafia do site)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo Anterior

Octávio Caldas estreia-se com “A Água da Fonte da Fraga”, um romance que as mulheres vão querer esconder dos maridos

Artigo Seguinte

Melgaço inaugura rede de gás natural de 3,9 milhões de euros

Pode também ler

MDOC 2024: Candidatura de filmes encerra a 19 de Maio. 10ª Edição aborda a “Revolução” em diferentes geografias

Trará “Cinema e Revolução” para a mesa de trabalhos abordando temas diversificados e várias geografias (como a Democracia em Vertigem do Brasil; Chile, em busca das imagens dos sonhos; Reflexos e memórias da transição espanhola; as Revoluções nas paisagens...). Será dada particular importância às cinematografias que abordaram o cinema e a revolução em países como Espanha, Brasil, Chile e nos países africanos de expressão de língua portuguesa.
Avatar photo
Ler mais